A magia dos parques temáticos e a tradição de castelos antigos, nessa grande cidade chamada Osaka!

Dia do nosso 7º destino da Viagem dos Tsuge pelo Japão, então vamos conhecer Osaka?! Foi um dos locais que mais me diverti no Japão! Isso tudo, por conta da Universal Studios! Divino!

osaka - globo da universal studios

E o que vem por aí!?

  • Sobre Osaka
  • Dicas e Costumes
  • Viagem dos Tsuge: um dia de diversão e compras em Osaka
  • Pontos turísticos: Preços, horários e dias de funcionamento
  • Conclusão: Universal Studios sem dúvida!
  • Extra: Roteiro de Viagem para Osaka!!! Gratuito para download!

Sobre Osaka

osaka - castelo crianças

Osaka é uma cidade bem grande! Lembro que quando comecei a pesquisar sobre a cidade, a maioria dos blogs e sites de viagem falavam de Osaka & Kobe. Parece até que são cidades siamesas e que você só conhece uma delas, se for na outra. Rs! Isso não é verdade.

O que acontece é que são cidades bem próximas e é comum as pessoas fazerem um roteiro conjunto dessas duas cidades. O por quê disso?! Vai saber né!? Eu preferi ir apenas em Osaka, por ter um lindo castelo e, também, um dos Parques de Diversão mais famosos de lá…

Osaka fica na região de Kansai (a mesma região de Quioto, Nara e Ise, sobre as quais vamos falar em breve). Osaka era conhecida anteriormente como Naniwa e foi onde o Toyotomi Hideyoshi, um antigo daimyo (senhor feudal), contruiu seu castelo, o atual Castelo de Osaka.

Dicas de Costumes e etiqueta

osaka - semba center tsuge

O Japão tem tantos costumes diferentes, que até o ato de comprar tem seus costumes e “regras”. Então pra não pagar mico lá, é sempre bom saber o que pode e o que não pode fazer, certo!?

  • Não se paga ninguém dando o dinheiro na mão. Nas lojas eles tem uma espécie de ‘pratinho’ que você coloca o dinheiro lá, e o atendente pega o pratinho. Ele também vai te devolver o troco pelo pratinho. Ou seja, jamais estenda a mão pra alguém segurando dinheiro!
  • Quando entrar numa loja, não se assuste! Você será recebido por belos e contínuos “Irashaimasse’s”! Uma forma de “seja bem-vindo” dos japoneses, para recepcionar clientes!
  • No Japão não existe o hábito da barganha! Os produtos e serviços tem um preço justo! Então barganhar pode até ser uma ofensa para eles (diferentemente de outros países asiáticos, que barganhar é quase que uma tradição).
  • Também não é comum dar gorjetas! Mais uma vez, por acreditarem no preço justo dos produtos e serviços, dar gorjeta pode ser visto como ofensa à honestidade deles. Então, sem gorjetas! ; )
  • No mercado, ninguém vai empacotar suas compras. Aliás, tem mercado que nem vai ter alguém pra registrar suas compras. Você terá que fazer isso sozinho e pagar com cartão ou se entender com a máquina de dinheiro e o troco que tem lá. Rs! Ah! Detalhe importante: você passa as suas compras, troca de cesta (elas tem cores diferentes) e vai pro balcão de empacotar. Lá vão ter as sacolas e tudo que você precisa, inclusive, papel de presente, para você mesmo se auto atender.
  • É muito comum em restaurantes, lojas e mercados, você ter que fazer o processo de pagamento sozinho, sem ninguém te cobrar! Você vai ter que lidar com uma máquina. Em algumas, você primeiro paga pra escolher. É o caso das máquinas de refrigerantes. Você deposita o dinheiro e ele habilita o que você pode escolher. Depois você aperta o botão e seu produto e troco saem nas portinhas de baixo. Já comprei até lámen assim. É claro que ele não saía da máquina (rs). Comprei o ticket pra pegar o lámen no balcão. Em outros tipos de máquina, você passa o que quer comprar, escaneando o código de barras e ele vai te dar o valor total. Daí, basta passar o cartão ou depositar o dinheiro, que ela vai te devolver o troco.
  • Se for fazer compras de valor alto, aqui vai uma triste notícia: eles não parcelam compras no cartão de crédito! Isso por conta dos inúmeros golpes que já tomaram dos gringos, que fazem a compra e depois cancelam o cartão ou ainda dizem não reconhecer a compra. Vacilo! Muitos pagam pela má fé de alguns. Acontece…

E, é claro, que eu não poderia deixar de sugerir alguns locais ótimos para compras, né!?

  • Por todo o Japão: você vai encontrar as lojas chamadas “Hyakuen Shop” ou “¥100 Shop”. São lojas do tipo R$ 1,99, mas que na verdade equivalem a USD 1! Eles vendem de tudo! E o que não custar ¥100, vai ter o preço na plaquinha! É um mundo de perdição!! Eu comprei muito nessas lojinhas: comida, utensílios de cozinha, itens de papelaria e até peso para malhar. Ahhh cara! Tem de tudo meeeesmo e não é coisa de má qualidade não! Tem uns produtos que só existem nessas lojas e você não faz a menor ideia de que “precisa” deles, até saber que eles existem (rs). Você TEM que ir num ¥100 Shop!
  • Por todo o Japão: na verdade é praticamente a cada esquina, você vai encontrar as lojas tradicionalmente conhecidas como konbinis (nome derivado de “loja de conveniência”). São lojas como as nossas, porém com uma pequena diferença: elas são realmente convenientes! Os preços são justos e, às vezes, até baratos! Também costumam vender itens que você pode precisar no meio da noite, quando os mercados convencionais estiverem fechados, como: remédios, sabão em pó, xerox e até algumas peças básicas de roupas. As marcas de konbini mais famosas lá são: 7-eleven e Family Mart.
  • Em Osaka: tem o Semba Center Building, um pavilhão de lojas baratinhas e, até mesmo, brechó de roupa de luxo!
  • Em Tóquio: Para comprar eletrônicos, a mais completa é a Yodobashi Akiba! Ela ainda te devolve o valor do imposto, já que você é turista! É só apresentar o passaporte. Para comprar roupas de Cosplay, a Don Quijote. Para comprar celular, Akky One. E atenção na compra do celular: tem que pedir celular para funcionar no Brasil!!! E para encontrar coisas que só tem no Japão, vale a pena dar uma volta na Tokyu Hands. Para comprar roupas, Ameyayokocho Street.
  • Em Quioto: a Higashiyama Street, uma rua com lojinhas de lembrancinhas locais.
  • Em Yokohama: para comprar lembrancinhas de viagem, Red Brick Warehouse. Para comprar bugigangas e presentinhos: Chinatown.
  • Em Ise: para comprar lembranças e pérolas, Oharaimachi Street.

Veja todas as dicas de costumes e tradições que já demos aqui no Blog, sobre o Japão!

Dados da Viagem dos Tsuge’s em Osaka

osaka - castelo vista cidade tsuge

Fiquei em Osaka apenas 1 dia, mas minha vontade era ter ficado mais! Pena que eu já tinha outros destinos no roteiro, mas deu pra curtir...

  • 1 dia : 29/08/2013, entre Hiroshima e Nara
  • Cotação da época: USD 1 = R$ 2,26 = ¥ 94,23

Quanto foi gasto?

Para 1 dia que fiquei em Osaka, o total gasto foi R$805,33. O que encareceu em Osaka, assim como em Tóquio, foram os parques de diversão que são bem carinhos. Tudo é caro, tanto a entrada, quanto as coisas pra comprar e comer…

  • Alimentação: R$ 69,09
  • Passeios (entradas em museus, templos, jardins, …): R$ 130,70
  • Compras (lembrancinhas dos templos): R$ 551,60
  • Hospedagem (Bonsai Guesthouse): R$ 53,95

Locais visitados em Osaka

Eu fui para Osaka direto de Hiroshima, sempre naquele esquema de chegar à noite pra dormir, acordar bem cedo e curtir o dia! Programei meu dia em Osaka, para começar visitando o Castelo, em seguida o Semba Center e daí, com o tempo que sobrasse, ficar brincando na Universal Studios! E foi a melhor decisão que eu tomei, pois, se tivesse começado pela Universal, com certeza teria passado o dia todo lá.

Fiquei hospedada no Bonsai Guesthouse! Mais uma vez acertei bem na hospedagem… Precinho bom, perto do centro e bem aconchegante. O que mais gostei dos hostels de lá é a privacidade que você tem. As camas geralmente tem cortinas, é tudo bem silencioso e limpinho!

Comecei o dia pelo Castelo de Osaka ou Osakajo e lá é beeeem bonito. Dá pra ter uma vista panorâmica da cidade! E como todo castelo no Japão, a cada andar, uma exposição diferente! Legal que nesse castelo tem uma brincadeira em que você procura, ao longo das exposições, uns papéis para carimbar. Estilo, mapa do tesouro perdido!

osaka - castelo exposição capacetes samurai
osaka - castelo marina tsuge

Uma diferença dele pros outros castelos que visitei no Japão, é a cor dele: branca, com detalhes dourados! É um excelente local pra ir na primavera, já que é um dos principais pontos turísticos de Osaka, para apreciação do floreio das cerejeiras.

A 26 minutos de lá, indo de metrô, fica o Semba Center Building. Parecem os galpões do Porto Maravilha aqui do RJ. É uma sequência extensa, com diversas lojas dentro, estilo feirinha. Vende de tudo! Do brechó de roupa chique (como os quimonos de seda pura) até roupa como a nossa, enfeites para casa, comida… enfim, quase que um Saara bem organizado! Deixei meu bolso quase todo lá, de tanto que comprei (hahaha)... Mas os preços eram muito bons!

A ideia era ir no Aquário de Osaka, mas o tempo ficou curto e preferi passar mais tempo na Universal. Risquei o Aquário do roteiro e fui direto pra Universal Studios!

O bom de ir a esses parques sozinha, é que você consegue “furar fila”. Existe uma linha expressa, pra quem está sozinho, principalmente nos riders (aqueles brinquedos caracterizados pelo uso de carrinho, tipo montanha russa). Como os assentos são de 4 lugares e tem grupo de 3 pessoas, sobra 1 assento. O grupo não quer se separa e é nessa vaguinha que sobra, que a pessoa que vai sozinha, entra!

Foi nessa pegada que eu consegui ir em mais brinquedos, sem perder tanto tempo em filas! Dica: nunca vá a esses parques no fim de semana, porque se durante a semana já é cheio, imagina no fim de semana?! =O

No parque, as minhas atrações prediletas foram: Jurassic Park, Homem Aranha 4D e Hollywood Dreams! Além dos brinquedos, ao longo do parque tinham vários personagens andando (tipo o Shrek) e locais pra tirar fotos. Lojas de lembranças e locais para comer, tudo uma fortuna! Mas na hora da fome, a gente nem pensa né?!

osaka - universal studios shark
osaka - universal studios tsuge
osaka - universal studios shrek

No Jurassic Park, o primeiro contato com o mundo dos dinossauros já é na recepção. Dinossauros mecânicos andando sozinhos e um cenário bem característico. No brinquedo, você vai num carrinho dentro da água. A primeira parte, você vai entrando na história do próprio filme. Entra numa área restrita, onde os dinossauros estão à solta. No meio do caminho, uma caixa com um dinossauro preso e suspenso por um guindaste, e quando você passa por debaixo dele.. A caixa cai! E para a alguns palmos da sua cabeça! Seguindo viagem, você passa por cavernas, áreas destruídas e bichos se mexendo às margens do rio... Um pterodáctilo passa voando baixo e, finalmente, você entra numa caverna totalmente escura. A sensação é que tem uns dinossauros filhotes ao longo do trajeto, que ficam tentando te abocanhar... E do nada, o carrinho acelera. Você fica ansioso e vê uma luz no fim do túnel! E quando finalmente chega na porta... ahhh, você cai!! Hahhahahha... e fim de jogo! Resultado: sai de lá todo molhado! Principalmente se estiver na primeira fileira, que era o meu caso.

Já no Amazing Spiderman, eu fui sem muita expectativa para conhecer esse rider 4D (3D no Brasil, não emociona né?). Como assim 4D? É porque, além das 3 dimensões já conhecidas, ele ainda te proporciona a sensação! Vamos lá, já vou te explicar. Tudo começa errado com o Homem Aranha falando em japonês. É muito estranho... a voz não tem nada a ver com a que estamos acostumados a ouvir, mas enfim né?! Eu estava no Japão.

A gente entra no carrinho e coloca os óculos 3D. E a história começa com a gente no meio de uma metrópole e os vilões do Homem Aranha, se juntam para tentar derrotá-lo. O problema? Estamos no meio da briga! Tudo começa com o Aranha vindo falar conosco, ele pula na frente do nosso carrinho e já damos aquela balançada. E ele avisa, "tomem cuidado". Assim começa a brincadeira...

O electro tenta eletrocutar a gente conectando um cabo de alta tensão no carro e começa a chacoalhar tudo. Seguindo viagem, passamos por vários corredores escuros e do nada surge o Homem-hídrico. Ele tenta atacar o Aranha, bate com a mão nele e espirra água na gente. O Dr Octopus, invade o local onde estamos (parece uma rede interna de esgoto), quebra as paredes e os tijolos 3D vêm em nossa direção! Uhuhuhu! Aí, ele vem com um dos tentáculos cuspindo fogo pra cima de nós e dá pra sentir o calor da chama no nosso rosto!

O Duende Verde tenta atacar a gente com as bombinhas mas, na hora da explosão, o Aranha pega a bomba e arremesa para longe. Mesmo assim, sentimos o 'impacto' da explosão e somos arremessados pra trás. O Dr. Octopus, não satisfeito com nossa situação, vem com uma arma que nos faz flutuar... e o carrinho começa a subir. E bate aquele friozinho na barriga, porque a sensação era de que estávamos sendo lançados pra cima mesmo! Não me pergunte como?! Eu estava de óculos e pra mim, estava voando! Hahahaha!

Como se estivéssemos num ônibus com passageiros, vem o homem-areia e tenta amassar a gente com uma marretada! Na hora, o Homem Aranha joga a teia no nosso carrinho e puxa, mas ele consegue pegar na frente do carro e a gente é arremessado pra cima. E todos os vilões tentam atacar a gente, enquanto o Aranha, sozinho, tenta nos salvar. E de repente, a gente começa a cair, lá do topo dos prédios em direção ao chão! Que sensação horrível! E o Aranha joga sua teia, e faz aquela rede que pega a gente a poucos metros do chão... e a gente fica lá... quicando!

É muuuuito irado! Pena que não dura nem 5 minutos... mas são minutos intensos! Wow! Parece que estamos dentro do filme de verdade.

Fim do dia, cansada, mas feliz que nem uma criança! Hora de seguir rumo a Nara.

Top 5: Pontos turísticos em Osaka

1. Universal Studios
Você não pode deixar de ir nos riders, como o do Jurassic Park e Homem Aranha 4D.
Você pode comprar o passe expresso, que te dá direito a 4 ou 7 atrações e, ainda, você tem uma fila “expressa” exclusiva. Se você for sozinho, também existe a possibilidade de pegar a fila expressa.
2-1-33 Sakurajima, Konohana-ku, Osaka 554-0031
Tem ônibus direto do Aeroporto de Kansai para a Universal Studios
Estação Universal City, na linha JR Yumesaki
09:00 às 19:00
Todos os dias
7400

osaka - universal studios amazing spider

2. Osaka Castle
O Jardim Nishinomaru, do Castelo, é um dos locais famosos para apreciação da cerejeira em flor, na primavera.
1-1 Osakajo, Chuo-ku, Osaka 540-0002
Estação Tanimachi 4-chrome, na linha Tanimachi Subway ou Chuo Subway. Ou Estação Osakajokoen, da linha JR Loop
09:00 às 17:00
Todos os dias, exceto de 28 de dezembro a 1 de janeiro
600

osaka - castelo sakura

3. Osaka Aquarium
Entrada permitida até 1h antes do fechamento.
1 Chome-1-10 Kaigandori, Minato-ku, Osaka 552-0022
Estação Osakako, na linha Chuo subway
10:00 às 20:00 (demais meses) / 09:30 às 20:00 (mai, jul, ago, out)
Todos os dias, com algumas exceções à consultar
2300

4. Minami (Namba)
Um centro de entretenimento, bom para comer e fazer compras.
Atrações como: Dotonbori (para ir à noite), Amerikamura (para comprar roupas), National Bunraku Theater (teatro similar ao Kabuki) e mais barato que o Shochikuza Theater (teatro de kabuki), Hozenji Yokocho Alley (restaurantes tradicionais) e Kamigata Ukiyoe Museum
Estação Namba , nas linhas Midosuji, Yotsubashi e Sennichimae Subway
Todos os dias
Entrada varia de acordo com atração

5. Semba Center Building
Bom para fazer compras de tudo! Inclusive quimonos tradicionais com preço de bazar.
2-3 Sembachuo, Chuo-ku, Osaka 541-0055
Estação Hommachi, na linha Chuo Subway
09:00 às 18:00
Todos os dias
Entrada gratuita

>>> Clique aqui para Baixar o Roteiro de Osaka! <<<

Conclusão: Universal Studios sem dúvida!

osaka - universal studios jurassic park

Osaka é uma cidade beeem grande! Passei apenas um dia, mas se fosse hoje ou se a viagem tivesse sido mais longa, com certeza eu passaria mais tempo! Até porque, aproveitei muito pouco o Universal Studios! E foi de longe, o melhor parque de diversões que fui nessa viagem! E olha que foram 4 hein!?

Mas pra falar a verdade, eu prefiro me dedicar ao turismo mais histórico ou cultural, do que ao turismo de cidade grande! Uma coisa que um amigo me disse, o Koiti Aida, foi: “cara, tu vai num aquário ou zoológico? Não vai não. Animal é igual em qualquer país.” E é verdade (rs)! É melhor dedicar seu tempo ao que tem de único na região! #ficaadica

Fiquem ligados porque só temos mais 3 destinos no Japão! Um deles é o Grandioso Monte Fuji! Mas o próximo destino é Kumamoto. Nos vemos lá!

Até a próxima…


Fontes

Wikipedia: Toyotomi Hideyoshi
Japan-guide: Osaka

Fique Atualizado!

Receba as novidades no nosso Blog em primeira mão!

Marina Tsuge

Administradora por formação, com 24 anos, descobriu na arte de escrever uma forma de compartilhar conhecimentos e incentivar mudanças.