Carnaval e Samba no Japão: conheça o maior carnaval brasileiro que acontece fora do Brasil!

Você sabia que tem samba e carnaval no Japão? Ééééé! Japonês também gosta de samba! O maior desfile de escolas de samba, fora do Brasil, acontece no último sábado de agosto, após várias festividades tradicionais e religiosas, em Asakusa, Tóquio. Esse verdadeiro carnaval “à brasileira”, sai da avenida Umamichi, ao lado do templo budista mais famoso da capital japonesa, o Sensō-ji. Mais de 15 escolas de samba e aproximadamente, 5 mil participantes, esquentam ainda mais, o quente verão japonês.

Este grande festival que recria o carnaval do Rio de Janeiro em Tóquio, atrai meio milhão de pessoas todos os anos e já tomou conta do coração dos japoneses e visitantes.

samba-e-carnaval-no-japao-2_Cultura-Japonesa_Vida-de-Tsuge_VDT
samba-e-carnaval-no-japao-7_Cultura-Japonesa_Vida-de-Tsuge_VDT
samba-e-carnaval-no-japao-10_Cultura-Japonesa_Vida-de-Tsuge_VDT

Como começou esse carnaval brasileiro no Japão?

A origem do desfile de escolas de samba no Japão, não está muito clara, mas se iniciou por volta de 1980. Alguns atribuem o surgimento do Asakusa Samba Carnival à uma estratégia da Associação Comercial de Asakusa (ACA) para fomentar o comércio local que vinha registrando prejuízos ao longo dos anos.

Outros atribuem a origem do carnaval japonês, à celebração e fortalecimento dos laços entre entre a comunidade japonesa e brasileira, que se iniciaram com o Tratado de Amizade, Comércio e Navegação em 1895 e logo depois com o início da Imigração Japonesa no início do século passado. Fato é que a iniciativa deu tão certo, que um grupo de diretores da associação comercial, veio ao Brasil no ano seguinte, para saber tudo sobre os desfiles de carnaval, inclusive tem uma comissão julgadora que utiliza os mesmos critérios de avaliação da liga brasileira.

Hoje o carnaval de Asakusa virou uma festa muito popular e é o segundo maior carnaval brasileiro, fora do Brasil. Tem japonês mandando ver no samba no pé e, tecnicamente, o desfile fica parecido com o do Brasil, em menor escala. Cada escola da Liga S1, equivalente ao nosso grupo especial, tem que ter no mínimo, 150 componentes, bateria, comissão de frente samba-enredo, ala de baianas, casal de mestre-sala e porta-bandeira.

samba-e-carnaval-no-japao-6_Cultura-Japonesa_Vida-de-Tsuge_VDT
samba-e-carnaval-no-japao-5_Cultura-Japonesa_Vida-de-Tsuge_VDT
samba-e-carnaval-no-japao-9_Cultura-Japonesa_Vida-de-Tsuge_VDT

É parecido com o carnaval brasileiro?

O carnaval japonês lembra os carnavais de outrora do Rio de Janeiro, onde as escolas de samba desfilavam pelas avenidas e o povo se aglomerava ao longo do desfile. As passistas com pouca roupa, são clicadas a todo momento e ao final, do desfile, toda escola é julgada por uma comissão julgadora que avalia 6 quesitos copiados da nossa liga do carnaval, a LIESA. São eles: Enredo, Evolução, Fantasias/Adereços, Samba-Enredo/Bateria, Dança e Conjunto.

Ah! Lá no Japão também, uma grande cervejaria é a patrocinadora oficial do Carnaval: Cervejaria Asahi.

Embora seja um animado festival para os padrões japoneses, o desfile lá está longe do glamour e do porte do desfile das escolas de samba no Brasil. Tem barracas de comida e bebida brasileira e japonesa, mas as ruas ficam limpas após o desfile. No quesito segurança, também é bem diferente do carnaval brasileiro.

Se você gosta de carnaval alegre e tranquilo, quem sabe você participa desta festa quando estiver em Tóquio no verão?

samba-e-carnaval-no-japao-14_Cultura-Japonesa_Vida-de-Tsuge_VDT
samba-e-carnaval-no-japao-1_Cultura-Japonesa_Vida-de-Tsuge_VDT
samba-e-carnaval-no-japao-3_Cultura-Japonesa_Vida-de-Tsuge_VDT

Se você gostou desse post, também vai gostar desses aqui:

Siga a gente nas mídias sociais e fique por dentro de tudo que rola no Vida de Tsuge.

Referências de artigos sobre Carnaval e Samba no Japão: