Yukata: roupa tradicional do verão japonês

O Yukata é a vestimenta tradicional do verão japonês e muito comum nos festivais. Homens, mulheres e crianças saem de yukata nas ruas, que é tipo um quimono casual, feito de algodão mais leve. Uma boa oportunidade para se vestir como um japonês, sem ter medo de pagar mico.

O Yukata na Era Heian (794-1185) era um roupão que os nobres vestiam após o banho. Se chamava yukatabira e era feito de linho. Ainda hoje, os ryokans, alguns hotéis e banhos públicos, disponibilizam essa vestimenta.

O yukata se popularizou tanto que já existem versões customizadas mais curtas, tipo vestidos e até versão para pets. Acessórios como gueta (tamanco) ou chinelos japoneses e bolsinhas, complementam o visual, bem como os penteados e enfeites de cabelo. Claro, tudo muito alegre e colorido.

Se você quiser usar um yukata sem ter problemas, é só alugar. Existem lojas que alugam quimonos e yukatas para festivais. Assim, você nem precisa aprender a vestir um, que não é tarefa das mais fáceis.

yukata_4-símbolos-do-verão-japonês_Cultura-Japonesa_Vida-de-Tsuge_VDT
yukata-festival_4-símbolos-do-verão-japonês_Cultura-Japonesa_Vida-de-Tsuge_VDT

Kakigori: a popular sobremesa refrescante do Japão

Nos meses quentes do verão japonês, o kakigōri faz muito sucesso. Essa famosa raspadinha de gelo, coberta com caldas de diversos sabores e cores, é uma opção refrescante que você encontra em lojas de conveniência, cafés, restaurantes e nas barracas de rua.

Nessa época de muitos festivais, você também encontra o kakigori nas barraquinhas de comida. Essa sobremesa refrescante é a queridinha do verão japonês e muito consumida por crianças e adultos.

Conta a lenda que o kakigōri existe desde o século 11 e só os nobres o consumiam, por ser considerado um luxo. O gelo usado era o gelo que se formava nas montanhas congeladas durante o inverno. Ele era raspado com a faca e guardado em local apropriado. Só a partir do século 19 ele foi se popularizando e caiu no gosto da japonesada.

Por volta de 1930, foi inventada a máquina de triturar gelo o que tornou o kakigori acessível a todos. Hoje, existem máquinas de fazer kakigori, bem práticas, onde você coloca o gelo e ele sai “picadinho”.

Kakigori_4-símbolos-do-verão-japonês_Cultura-Japonesa_Vida-de-Tsuge_VDT
Kakigori_1_4-símbolos-do-verão-japonês_Cultura-Japonesa_Vida-de-Tsuge_VDT

Hanabi Taikai: o festival de fogos de artifícios do verão japonês

Verão no Japão é época dos festivais. O Hanabi Taikai é um festival de fogos de artifícios, muito comuns no verão, por todo o país. São milhares de hanabi e, com certeza, vai ter um onde você estiver. Começa em Julho e tem o seu auge no mês de Agosto. Cada espetáculo pode durar de 30 minutos a 2 horas. Imaginou isso?

Nesses festivais onde você para e contempla o show, é muito comum levar comida e bebidas e reunir ou família, como se fosse um piquenique. Como acontece nos fins de semana, de Julho a Agosto, os festivais ficam lo-ta-dos! Vale a pena chegar mais cedo para pegar um lugar bacana para ver o show pirotécnico.

O mais antigo festival de fogos é o Sumidagawa Hanabi, que foi criado em 1733 pelo shogun Tokugawa Yoshimune e acontece às margens do Rio Sumida em Tóquio.

Hanabi_4-símbolos-do-verão-japonês_Cultura-Japonesa_Vida-de-Tsuge_VDT
Hanabi-hiroshima_4-símbolos-do-verão-japonês_Cultura-Japonesa_Vida-de-Tsuge_VDT

Ajisai: a flor que simboliza o verão japonês

Ajisai é a flor que conhecemos como hortênsia. De junho a julho, você pode contemplar esse belo espetáculo da natureza por todo o país. Vou te dar uma lista dos jardins mais visitados nessa época:

  • Kanagawa – fica ao lado de Tóquio e você pode ir para os templos Meigetsu-in ou Tokeiji em Kamakura ou para o Ajisai Matsuri em Kaisei;
  • Ibaraki– distante 120km de Tóquio, visite o Templo Amabiki Kannon, em Sakuragawa. Ainda na região central do Japão, você pode apreciar as hortênsias no Templo Hondoji, em Chiba, ou no Santuário Ohirasan Jinja, em Tochigi;
  • Indo para o Sul, você tem o Shimoda Park, em Shizuoka, o Templo Mimurotoji em Kyoto e o Fumin-no-mori Nukata Park em Osaka;
  • Ao norte, temos o Jardim Michinoku em Ichinoseki, na província de Iwate. Onde você estiver, terá a oportunidade de presenciar esse belo e breve espetáculo das hortênsias.
hortensia-hydrangea_4-símbolos-do-verão-japonês_Cultura-Japonesa_Vida-de-Tsuge_VDT
hortensia-nagasaki_4-símbolos-do-verão-japonês_Cultura-Japonesa_Vida-de-Tsuge_VDT

Siga a gente nas mídias sociais e fique por dentro de tudo que rola no Vida de Tsuge.

Jornalista por formação, é curiosa e espontânea. Sua marca registrada é o sorriso. Sabe ser sargentão, mas tem os momentos "deixa a vida me levar". Muito autêntica no seu jeito de ser, é uma mãe "vida loka".